HOME OFFICE é mais caro ou mais barato?

0
40
Home Office

Está trabalhando em casa e pensando: “estou economizando bastante. Não gasto mais com transporte, gasolina, comida fora, não perco tempo de locomoção e posso trabalhar de pijama’’. Na ponta do lápis, será que o saldo dessa nova realidade é positivo?

A resposta é: vai depender de você!
Seja pelo afastamento social ou por sua nova escolha de trabalho (autônomo), atuar em casa parece uma opção mais em conta de ofertar serviços com redução de gastos “aparentes” de quem trabalha fora.

Mas existem alguns pontos que precisamos estar atentos para que as contas fechem no positivo no fim do mês. Quando você passar a atuar em Home Office, possivelmente o seu plano de internet precisará ser ampliado, já que a quantidade de horas que você ficará em casa pesquisando dados, acessando e-mails, fazendo reuniões online ou trabalhando em ambiente web aumentarão.

Para trabalhar em casa é necessário criar ou manter uma infraestrutura adequada de tranquilidade, organização, e que – preferencialmente – não influencie negativamente na rotina do lar. Quando falamos de trabalhos que envolvem manufatura (artesanais, mecânicos, gastronômicos etc.) o desafio aumenta, pois além de montar a infraestrutura é preciso um espaço amplo liberado para esses tipos de serviço.

Uma dica importante para minimizar esse custo é estabelecer um local onde a iluminação natural favoreça em maior parte do expediente, evitando também um aumento na conta de energia. Se você trabalha home office por uma empresa, tente negociar o empréstimo dos equipamentos necessários.

Alegre por não precisar gastar mais com restaurantes ou comer no refeitório? Em grande parte das empresas esse custo está incluso nos benefícios ofertados pelo empregador, mas em casa as despesas com mercado ou tele entregas podem aumentar e elas sairão do seu bolso.

Fique atento e tenha moderação na lista do supermercado, exclua alguns supérfluos e experimente marcas mais em conta (elas podem ajudar a reduzir custos sem perder qualidade) crie um cardápio semanal ou deixe as refeições da semana preparadas previamente, assim você não será pego de surpresa ou cederá a tentação de recorrer frequentemente aos aplicativos de delivery. 

Apontamos aqui alguns gastos ou economias financeiras, mas esteja atento também aos aspectos emocionais como: estipular horários, evitar a perda da privacidade e do lazer, e filtrar a influência de assuntos do trabalho nos da casa (e vice-versa). Tanto uma forma quanto a outra tem suas vantagens e desvantagens. Cabe a você pesar na balança e escolher a melhor opção.

Share this...
Share on Facebook
Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui