Educação Financeira. Conhece?

0
279
G4 News

Confesse que não existe nada mais desagradável que abrir o seu extrato bancário e encontrar aquele valor com sinal de menos em fontes vermelhas. Você está no negativo. Já passou por isso? Eu já! Então nessas horas isto pode ajudar:

A Educação Financeira é um grupo de informações, práticas e conhecimento adquiridos para quando a sua renda mensal não tá dando conta do recado. Aí, você perde o sono pensando nas dívidas, e guarda de volta aqueles sonhos que queria tirar do papel, tudo porque, para você, parece que a vida agora é trabalhar pra pagar as contas.

Portanto, quando aprendemos a usar sabiamente nosso dinheiro, a vida fica leve e o dinheiro até sobra no fim do mês para fazer aquele passeio que você planejou. A médio e a longo prazo, uma vida financeira saudável proporciona investimentos e rendimentos.

Na nossa vida, todo aprendizado positivo (aplicado no cotidiano) gera transformações benéficas. Todas mudanças de mindset ao longo do processo, coopera para nosso progresso. E quando algo que precisamos mudar torna-se hábito, colhemos frutos bons, e ansiamos por fazer mais escolhas saudáveis.

Dentro do aprendizado de gestão de nossa remuneração, o conceito é o mesmo. A ideia não é instruir como ganhar mais, é perceber como fazer seu dinheiro render melhor. Não importa quanto você recebe. Fazendo o controle de forma habilidosa, vai dar pra pagar as contas, quitar as dívidas (se elas existirem) e ainda idealizar planos pro futuro.

O aprendizado de Educação Financeira não é um conteúdo para ser trabalhado apenas com adultos. O quanto antes as crianças tiverem ciência de que nem todos seus desejos ou pedidos podem ser resolvidos de imediato, mas que com planejamento, economia e foco, é possível conseguirem tudo o que sonham, formamos uma geração esclarecida e persistente em seus objetivos.

Assim que ela conseguir lidar com números, permitir que a criança tenha a experiência de gerir algum valor (mesada ou outro valor que ela receba) lhe dará mais sabedoria para administrar ganhos futuros, tendo consciência de que dinheiro não cai do céu.

Saber lidar com as contas aumenta a longevidade. De acordo com o CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) quase 65% de pessoas com problemas de inadimplência no Brasil possuem alto nível de stress pelo atraso em suas contas, além de sentimentos com culpa, desânimo, queda de autoestima e vergonha perante a sociedade. 

Ainda, segundo o CNDL, Mais de 50% das pessoas com inadimplência se irritam mais e 46% tornam-se menos sociáveis. As dificuldades não param apenas na vida pessoal, a perda de atenção e a irritabilidade no ambiente de trabalho também aumentou em função de não poder pagar as contas.

Portanto, busque aprender mais sobre o assunto. Evite compras por impulso, planeje seus gastos antes de sair de casa. Não leve o cartão de crédito para passear, ele costuma facilitar alguns deslizes, se precisar fazer compras, estipule um teto, faça e siga sua lista no mercado. Foco, Domínio Próprio e Alvos são grandes companheiros da saúde econômica e do sucesso.

Share this...
Share on Facebook
Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui